sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Mundo ainda vai ficar pior antes de melhorar, diz David Darst

Chefe de investimento estratégico do Morgan Stanley Smith Barney afirma que 2012 pode ser ainda pior que 2011 e diz que Europa e os EUA precisam de reformas para superar a crise



A crise europeia poderá fazer de 2012 um ano ainda pior que 2011, quando os problemas dos países endividados na Europa e da economia norte-americana espalharam preocupações por todo o mundo. A opinião é de David Darst, diretor do Morgan Stanley Smith Barney e chefe global de investimentos estratégicos do banco.
“Mas pode ser diferente caso as autoridades façam as coisas certas. De qualquer forma, o mundo vai piorar antes que fique melhor,” afirma.
Na lista de “coisas certas” a serem feitas, Darst inclui reformas tributárias, pesados cortes de gastos e envolvimento de alguns países europeus com o problema de outros.
Atualmente, diz ele, existe uma batalha entre autoridades e mercados. “Os mercados estão pressionando os líderes globais, que estão sendo forçados a tomar atitudes econômicas “amigáveis”,” afirma. No entanto, apesar de as autoridades, primeiros-ministros, secretários do Tesouro, Bancos Centrais, tanto dos Estados Unidos e da Europa, estarem se esforçando para acalmar os ânimos dos mercados globais, Darst acredita que não estão indo no caminho correto.
“O tempo todo falam em mais estímulos e mais dinheiro, e não em uma reforma estrutural. A Europa, os Estados Unidos e o Japão ainda não fizeram grandes reformas, seus líderes acham que isso não é necessário.”
O diretor diz que são necessárias reformas tributárias, assunto polêmico nos Estados Unidos. De um lado, estão os defensores da mudança, assim como Darst. Eles defendem que os cortes e mudanças de impostos poderiam levar a uma situação ainda mais crítica no curto prazo, mas incentivariam o crescimento e, consequentemente, levariam à redução das dívidas.

Darst afirma que os países em desaceleração e em situação de alto endividamento precisam cortar impostos e simplificar taxas para que mais empregos sejam criados e as pessoas possam consumir mais. De outro lado, estão aqueles que argumentam que uma reforma tributária não levaria, necessariamente, à geração de empregos e à melhora da economia.
No caso europeu, ele acrescenta, a Alemanha também tem que ajudar a Grécia e que são necessários mais esforços conjunto para cuidar da situação da dívida grega.
“A situação europeia está complicada, mas não estamos no fim do mundo. O fim do mundo como conhecemos pode não ser o fim do mundo. Acho que estamos em um momento de transição,” afirma.
5 saídas para os EUA
Para os Estados Unidos, Darst defende que a solução econômica não está em planos de estímulo, mas em alguns aspectos cruciais: poupança e investimentos, educação, redução de dívidas e diminuição das disparidades.
Quando se fala em poupança e investimentos, a sugestão é a mesma para a Europa, a redução de tributor: “eu acho necessário que os Estados Unidos reduzam uma parte de tributos e impostos. Os altos custos dificultam que as companhias façam investimentos em novos equipamentos e que as pessoas consumam mais.”
Em educação, a primeira necessidade é de um programa nacional para que as pessoas ajudem no ensino da população. “Acho que precisamos de um serviço nacional, que pode ser voluntário ou mandatório, para que as pessoas que saem das escolas e também aposentados e avós passem a dar aulas e ajudar os professores.”
Dentro deste universo da educação também entra a formação familiar, diz Darst, que segundo ele vem ficando pior no país. Ele cita uma pesquisa do instituto norte-americano Pew Research Centre, que constatou que 40% dos bebês nascidos nos Estados Unidos em 2009 não tinham os pais casados.
Já a dívida do país precisa ser cortada, a começar pelos pagamentos dos salários de funcionários federais, que costumam ganhar de 30% a 40% acima da média. “Precisamos reduzir esse diferencial de alguma forma. Isso poderia levar a uma economia de centenas de milhões de dólares,” afirma.
As ideias para os cortes de gastos também poderiam vir do setor privado. “Homens como Steve Jobs, Warren Buffet, Jack Welch poderiam basicamente apresentar uma lista de 10 coisas que poderiam ser feitas para reduzir os gastos do governo,” diz Darst.
Outra questão que precisa ser tratada nos Estados Unidos, segundo o diretor do Morgan Stanley Smith Barney são as disparidades entre ricos e pobres, entre setor público e privado e entre novos e velhos. “O governo precisa permitir que a iniciativa privada o ajude neste quesito. Também acho que deveríamos aprender com experiências de fora, por exemplo, com o Bolsa Família do Brasil. Poderíamos achar o que o programa tem de melhor e usar isso,” diz.
Brasil
Para Darst, o Brasil pode ficar mais tranquilo em relação à crise global por ter grandes reservas, empresas muito competitivas e uma grande demanda da China.
“O Brasil não é mais um país médio, é um grande país.” Ele cita gigantes como Petrobras, Vale e Brazil Foods como exemplos do que considera a “força brasileira” e diz ainda que o Brasil pode usar lucros que obtiver em diversas áreas para desenvolver o consumo interno. “A chave é a classe média, que vai trazer um crescimento mais estável ao País,” diz.
“E agora vocês têm a Olimpíada e a Copa, que são oportunidades não para o Brasil se mostrar ao mundo, mas sim para mostrar a si mesmo e transmitir confiança aos seus próprios cidadãos.”
David Darst falou ao iG após o evento da associação global de profissionais de investimentos CFA Institute, que aconteceu em São Paulo.

Fonte: economia.ig.com.br

Greve bancária continua; 7.672 agências fecharam ontem

A greve dos bancários chega hoje ao quarto dia de mobilizações. Além de manter agências fechadas, os bancários realizarão hoje uma passeata em conjunto com os trabalhadores dos Correios, a partir das 15 horas, no centro de São Paulo. A concentração está prevista para ocorrer na Rua Líbero Badaró, próximo à Avenida São João. A próxima assembleia da categoria será apenas na segunda-feira, segundo informações do Sindicato dos Bancários de São Paulo.
Ontem, 7.672 agências bancárias do País tiveram suas operações paralisadas, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). As paralisações ocorrem em bancos públicos e privados de 25 Estados e do Distrito Federal, de acordo com balanço feito pela Contraf a partir dos dados enviados pelos sindicatos até as 18h30 de ontem. O único Estado ainda fora da mobilização é Roraima, mas o bancários já aprovaram a deflagração de greve a partir de segunda-feira.
A categoria reivindica reajuste de 12,8% (5% de aumento real), valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais segurança e igualdade de oportunidades.

Fonte:estadao.br.msn.com

Uma mensagem de Deus para nós.

Deus ainda fala com as pessoas?
Um Jovem foi para o estudo da Bíblia numa noite de Quarta-feira.
O Professor do Instituto falou sobre ouvir a Deus e obedecer a palavra do Senhor.  O jovem não pode deixar de querer saber se "Deus ainda fala com as pessoas?".
Após a aula do instituto ele saiu para um lanche com os amigos e eles discutiram a mensagem. De formas diversas eles falaram como Deus tinha conduzido suas vidas de maneiras diferentes.
Era aproximadamente 10 horas da noite quando o jovem dirigia-se para casa. Sentado sozinho no seu carro, ele começou a pedir:
-"Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo. Eu irei ouvi-lo. Farei tudo para obedece-lo"
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho: "Pare e compre um galão de leite".
Ele balançou a cabeça e falou alto
-"Deus é o Senhor?"
Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa. Porém, novamente, surgiu o pensamento "compre um galão de leite".
O jovem pensou em Samuel e em como ele não reconheceu a voz de Deus, e como Samuel correu para Ele. -"Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite".
Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil. Ele ainda poderia também usar o leite. O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.
Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido "Vire naquela rua". Isso é loucura, pensou e, passou direto pelo retorno.
Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua. No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua.
Meio brincalhão, ele falou alto
-"Muito bem, Deus. Eu farei".
Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar.  Ele brecou e olhou em volta. Era uma área misto de comercio e residência. Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança. Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro lado que estava acesa.
Novamente, ele sentiu algo, "Vá e de o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua". O jovem olhou a casa. Ele começou a abrir a porta, mas voltou a sentar-se.
-"Senhor, isso é loucura." Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?"
Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta.
-"Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite aquelas pessoas. Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem. Eu quero ser obediente."
- "Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem imediatamente, eu vou embora daqui".
Ele atravessou a rua e tocou a campainha. Ele pode ouvir uma barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança. A voz de um homem soou alto:
-"Quem esta ai? O que você quer?".
A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir. Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta. Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé na sua soleira.
-"O que é?".
O jovem entregou-lhe o galão de leite.
-"Comprei isto para vocês".
O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto.
Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha. O homem seguia-a segurando nos braços uma criança que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando:
-"Nos oramos. Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado. Não tínhamos mais leite para o nosso bebê. Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite".
Sua esposa gritou lá da cozinha:
-"Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco... Você é um anjo?
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e colocou-o na mão do homem.
Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lagrimas corriam pela sua face.
Ele experimentou que "Deus ainda fala com as pessoas."
Você tem 24h por dia, gasta com muitas coisas. Quanto tempo você leva para parar um pouquinho e ouvir Deus?

Gratidão



O homem pôr detrás do balcão olhava a rua de forma distraída.
Uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrine.
Os olhos da cor do céu, brilhavam quando viu um determinado objeto.
Entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesa azul.
- É para minha irmã. Pode fazer um pacote bem bonito?, diz ela.
O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:
- Quanto de dinheiro você tem?
Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazer os nós.
Colocou-o sobre o balcão e feliz, disse:
- Isso dá?
Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.
- Sabe, quero dar este presente para minha irmã mais velha. Desde que morreu nossa mãe ela cuida da gente e não tem tempo para ela. É aniversário dela e tenho certeza que ficará feliz com o colar que é da cor de seus olhos.
O homem foi para o interior da loja, colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.
- Tome! - disse para a garota. Leve com cuidado.
Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo.
Ainda não acabara o dia quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?
- Sim senhora.
- E quanto custou?
- Ah!, falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o cliente.
A moça continuou:
- Mas minha irmã tinha somente algumas moedas! O colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para paga-lo!
O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu a jovem.
- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. ELA DEU TUDO O QUE TINHA.
O silêncio encheu a pequena loja e duas lágrimas rolaram pela face emocionada da jovem enquanto suas mãos tomavam o pequeno embrulho.
"A verdadeira doação é dar-se pôr inteiro, sem restrições.
A gratidão de quem ama não coloca limites para os gestos de ternura.
Seja sempre grato, mas não espere pelo reconhecimento de ninguém.
A gratidão com amor não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece."


Juntos pela fé em Cristo Jesus


" O Senhor é quem vai adiante de ti; Ele será contigo; não te deixará, nem te desemparará; não temas, nem te atemorizes." Deuteronômio 31.8

Um abraço do amigo

Zequinha Marinho

Brasil, um país de incoerências


Nem vou discutir as incoerências absurdas como, por exemplo, a dedicação de um vereador, sem função, buscando a aprovação do "dia do orgulho hétero" como se alguém, nesta terra, chegou a sofrer qualquer tipo de preconceito por não ser gay.
Ou os ensinamentos religiosos de líderes de igrejas e a não aplicação prática destes.
Os pré-julgamentos, de importantes assuntos, com total desconhecimento por parte de vereadores, deputados e ministros, que nos representam e conduzem este país por meio dos mapas da manipulação e dos interesses próprios. Assim como as determinações legais impostas pelos juízes da União e que sem punição, não são cumpridas pelos representantes do governo, como se nada tivesse acontecido.
Sendo um pouco mais específico, faço para você leitor a seguinte pergunta:
Você sabe qual é um dos motivos que um tratamento, por mais caro que possa custar para um paciente, mesmo que provado ser este um medicamento efetivo, não faz parte da lista do SUS?
"Porque não se tem um número suficiente de portadores" é o que você vai ouvir do Ministério da Saúde. Ou seja: precisamos de mais doentes para conseguir que um tratamento de mais de R$ 50 mil por mês faça parte da lista do SUS.
Isto é uma incoerência ou não?
O SUS, sistema público de saúde, foi criado em 1988 pela Constituição brasileira e tem como tripé de sustentação a universalidade, integralidade e equidade.
A universalidade determina que todos os cidadãos devem ter acesso aos serviços e cuidados da saúde, sem qualquer forma de discriminação, com relação à cor da pele, renda, classe social, sexo ou qualquer outra variável.
A integralidade estabelece que a saúde do cidadão, entre outras coisas, tenha acesso e qualidade dos serviços de saúde, com direito ao pleno e completo cuidado, incluindo prevenção, tratamento e reabilitação.
E finalmente a equidade declara que as políticas da saúde devem estar orientadas para a redução das desigualdades entre os indivíduos e grupos populacionais.
Então por que tanta dificuldade para se evitar as mortes que têm ocorrido?
Divergência ou vontade política? As favas com isso! Pura Incoerência quando estamos falando de vidas.
Quanto tempo e dinheiro os portadores e seus familiares das doenças genéticas, raras e degenerativas terão que gastar em processos judicias contra o governo?
E quanto dinheiro está sendo "gasto" pelo próprio governo com as compras feitas via distribuidoras nacionais, quando o medicamento poderia ser comprado diretamente do fornecedor estrangeiro? E por que o não cumprimento de uma determinação judicial não é punido como estabelece a lei (a lei determina prisão ao infrator)?
Claro que são respostas que nunca iremos saber, até o dia em que o paciente seja o filho de um político influente.
Enquanto isso, a população morre ou se mobiliza como pode, como é o caso do "Instituto Eu Quero Viver, criado e presidido pela atriz Bianca Rinaldi, não porque ela tenha um filho doente, pois não tem ninguém na família com problemas dessa grandeza, mas pela indignação ao ver como os portadores de Mucopolissacaridose, por exemplo, estão invisíveis aos olhos da sociedade enquanto imploram por aquilo que é constitucionalmente um direito: VIVER!
Hoje, por meio do seu site, o "Instituto Eu Quero Viver", que tem como principal missão angariar fundos para apoiar as investigações de tratamentos inovadores e possíveis curas de doenças genéticas, melhorando a qualidade de vida dos portadores e de suas famílias, procura apoio da sociedade com um abaixo assinado, que será encaminhado ao Ministro da Saúde, solicitando a inclusão dos medicamentos para o tratamento da Mucopolissacaridose na lista do SUS.
A petição precisa de mais de um milhão de assinaturas para "sensibilizar" o Ministério da Saúde e seu conselho, mas todo esse trabalho e energia poderiam ser economizados se o próprio governo cumprisse o que determina a Constituição.
A solução é simples assim!
Assine você também a petição:  http://www.newsdoplaneta.com.br

 

Leituras bíblicas para cada dia

Leitura do dia
 
 
 
2011
6ª-f., 30 de Setembro
O amor de Deus consiste precisamente em que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.
1 Jo 5,1-4

Direitos Humanos


Rede Brasileira de Educação em Direitos Humanos
O QUE É A CONSTITUIÇÃO DO BRASIL?
É a Lei maior que organiza o Estado Brasileiro
O QUE CONTÉM A CONSTITUIÇÃO?
Os direitos do CIDADÃO e a limitação dos Poderes dos GOVERNANTES.
POR QUE É NECESSÁRIO LIMITAR OS PODERES DOS GOVERNANTES?
Porque o HOMEM, quando assume uma parcela do PODER, tende a abusar deste poder, em proveito próprio, resultando daí a diminuição dos direitos do CIDADÃO.
QUAIS OS DIREITOS GARANTIDOS PELA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA?
= Direitos INDIVIDUAIS
= Direitos COLETIVOS
= Direitos SOCIAIS
= Direitos POLÍTICOS
Vamos conhecer esses DIREITOS?
O QUE SÃO OS DIREITOS INDIVIDUAIS?
São aqueles que asseguram aos BRASILEIROS, a sua integridade FÍSICA E MORAL.

QUAIS SÃO OS DIREITOS INDIVIDUAIS?
Direito à VIDA:
= Ninguém pode ser condenado à pena de morte, no Brasil;
= O Estado tem que proteger a saúde da pessoa humana, para lhe garantir a vida, através de Assistência Médica Gratuita.
Direito à LIBERDADE:
= Ninguém pode ser preso, por delegado ou policial, sem ordem escrita do juiz, a não ser em caso de flagrante delito (na hora em que pratica o crime, ou quando, após a prática do crime, a polícia sai em perseguição do preguiçoso);
= Ninguém pode fazer ou deixar de fazer alguma coisa, senão em virtude da Lei.
Direito à IGUALDADE:
= Não se pode tratar diferentemente mulheres e homens, negros e brancos, velhos e moços;
= A Lei é igual para todos.
Direito à Segurança:
= Ninguém pode entrar à noite na casa do cidadão sem sua autorização, a não ser em caso de acidente ou flagrante delito;
= O Estado tem o dever de garantir a ordem pública, impedindo a prática do terrorismo.
Direito à PROPRIEDADE:
= As pessoas têm direito a comprar uma casa para morar;
= A pequena propriedade rural, que é trabalhada por uma família, não pode ser usada para pagamento de dívidas decorrentes de dinheiro empregado em sua atividade produtiva. Se o cidadão tirou financiamento para comprar uma cabeça de gado e não pode pagar, não podem tomar sua propriedade para o pagamento da dívida contraída.
O QUE SÃO DIREITOS INDIVIDUAIS?
São aqueles que garantem os direitos dos indivíduos em grupo.
QUAIS SÃO ESSES DIREITOS COLETIVOS?
Direito de fazer reuniões:
= São os direitos que os cidadãos têm, de fazer reuniões pacíficas, em lugares públicos, independente de autorização, tendo apenas que comunicar às autoridades, para que não aconteçam duas reuniões no mesmo local.
Direito de participação em Associações e Cooperativas:
= Criação de cooperativas independentes de autorização, não podendo a autoridade proibir o seu funcionamento.
O QUE SÃO DIREITOS SOCIAIS?
São aqueles que asseguram aos cidadãos a sua integração na Sociedade
garantindo-lhes os bens necessários a uma vida digna.
QUAIS SÃO OS DIREITOS SOCIAIS?
Direito à Educação:
= Ensino primário obrigatório e gratuito.
Direito à Saúde:
= Todas as pessoas, independentemente de contribuição para o INPS, têm direito à Assistência Médica Gratuita.
Direito ao Trabalho:
= Toda pessoa tem direito ao trabalho remunerado.
Direito à Segurança:
= Toda pessoa tem direito a viver em segurança no seu trabalho, na sua moradia e no lazer.
Direito à Previdência:
= Todo trabalhador doente (impossibilitado de trabalhar) tem direito a receber da Previdência um salário para manter sua família.
Direito à Proteção à Criança:
= Toda a criança tem direito a gozar de todos os bens da vida para que possa se desenvolver plenamente.
Direito à Proteção à Maternidade:
Toda mulher, em virtude do nascimento do filho, tem direito a 04 (quatro) meses de licença e o pai a 05 (cinco) dias.
Assistência aos Desamparados:
= Toda pessoa portadora de deficiência física ou idosa, que não tiver meios para sobreviver, tem direito a receber um salário mínimo mensal.
O QUE SÃO DIREITOS POLÍTICOS?
São os direitos que o povo tem de participar da vida política na Nação.
QUAIS SÃO OS DIREITOS POLÍTICOS?
São os direitos de votar e ser votado, devendo escolher candidatos
comprometidos com os interesses da população.
Exemplos:
= O voto é obrigatório para maiores de 18 anos.
= O voto é facultativo para os analfabetos, os maiores de 16 anos, e menores de 18 anos.
QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS DIREITOS
DOS TRABALHADORES URBANOS E RURAIS?
São os direitos que procuram melhorar as condições da vida do trabalhador.
Vamos exemplificar:
Quando o trabalhador é despedido sem justa causa, tem o direito de ser indenizado;
Estando desempregado, involuntariamente, o trabalhador tem o direito de receber o Seguro Desemprego;
Todo trabalhador tem o direito de receber o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS;
O menor salário do trabalhador terá de ser o Salário Mínimo;
Nenhum trabalhador poderá ter o seu salário reduzido;
Todo trabalhador tem direito a receber seu 13º salário;
Quem trabalhar à noite, tem direito a receber remuneração superior ao trabalho feito durante o dia;
O trabalhador que tiver dependentes recebe salário-família para eles, dependendo de seu regime (CLT até 14 anos);
As horas trabalhadas não podem ser superiores a oito diárias e quarenta e quatro semanais;
O trabalhador tem direito a repousar semanalmente, de preferência aos domingos;
Quem trabalha horas-extras recebe 50% (cinqüenta por cento) a mais do que a hora normal;
Quando o trabalhador tira férias, recebe um terço a mais que o salário normal;
A trabalhadora gestante tem direito a 120 (cento e vinte) dias de licença para cuidar de seu filho;
Quando o trabalhador desenvolve atividades penosas, insalubres ou perigosas, tem direito a receber mais do que recebe por uma atividade comum;
Sofrendo um acidente de trabalho, o trabalhador recebe o seguro contra acidentes e indenização, quando o empregador tiver culpa;
Direito à aposentadoria aos 30 (trinta) anos de trabalho para a mulher e 35 (trinta e cinco) anos para o homem; trabalhando como professor, o tempo é reduzido para 25 (vinte e cinco) anos para a mulher e 30 (trinta) anos para o homem;
Direito à aposentadoria por invalidez;
Por morte do trabalhador, o homem ou a mulher que fica vivo receberá uma pensão, mesmo sendo companheiro ou companheira;
A idade mínima para o trabalho é a de 14 (quatorze) anos, salvo quando aprendiz.

QUAIS SÃO OS DIREITOS DO EMPREGADO DOMÉSTICO?
= Ganhar salário mínimo, podendo a patroa descontar:
Alimentação;
Moradia;
Outros, desde que tenha ficado determinado quando o empregado for contratado.
= Receber o salário combinado no contrato, não podendo ser rebaixado por nenhum pretexto.
= Receber o 13º salário.
= ter um dia de descanso por semana, de preferência no Domingo.
= Gozar férias anuais de 20 (vinte dias), recebendo no mês de férias 1/3 (um terço) a mais do salário contratado.
= Licença à Gestante de 120 (cento e vinte) dias e Licença Paternidade de 05 (cinco) dias.
= Aviso prévio de 30 (trinta) dias da patroa para a empregada e da empregada à patroa.
= Direito à aposentadoria de 30 (trinta) anos de serviço para a mulher e 35 (trinta e cinco) para o homem.
= Direito à aposentadoria por invalidez.
CASAMENTO
DE QUE FORMA O CASAMENTO PODE SER DISOLVIDO?
= Dissolvido pelo divórcio, após a separação judicial por mais de um anos;
= Dissolvido por separação de fato, por mais de dois anos.
FAMÍLIA
= A FAMÍLIA É A BASE DA SOCIEDADE
= FAMÍLIA É A UNIÃO ESTÁVEL ENTRE O HOMEM E A MULHER, CASADOS OU NÃO
= NA FAMÍLIA, OS DIREITOS E DEVERES SÃO EXERCIDOS IGUALMENTE PELO HOMEM E PELA MULHER
= PARA ESTABELECER O LUGAR ONDE MORAR, A ESCOLHA DEPENDE DO HOMEM E DA MULHER
= PAI E MÃE DECIDEM IGUALMENTE SOBRE OS FILHOS
= OS FILHOS DEVEM PENSÃO ALIMENTÍCIA AOS PAIS, ASSIM COMO OS PAIS DEVEM AOS FILHOS
= OS FILHOS LEGÍTIMOS, ADOTADOS, ADULTERINOS E ILEGÍTIMOS TÊM OS MESMOS DIREITOS, ATÉ MESMO PARA Herança.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Leituras bíblicas para cada dia

Leitura bíblica diária
 
 
 
 
2011
4ª-f., 28 de Setembro
O Senhor diz: «Salvar-vos-ei para que vos torneis uma benção. Não temais!»
Zac 8,11-17

DIA DA LEI DO VENTRE LIVRE - 28/Setembro

 

Em 1871, o Visconde do Rio Branco é convidado a formar um novo gabinete. Ele escreve várias cartas aos políticos do Partido Conservador, conclamando-os a fazerem parte de seu gabinete sob a intenção de aprovarem quatro reformas prioritárias: o sistema eleitoral, a administração da justiça, aguarda nacional e o elemento servil. Estas quatro questões compõem o contexto político social em que se encontrava o Brasil. Dentro do projeto que abordava a questão escravista, foi criada a Lei Rio Branco, mais conhecida como Lei do Ventre Livre; ela estabelecia a liberdade para os filhos de escravas nascidos depois desta data. Os senhores passaram a enfrentar o problema do progressivo envelhecimento da população escrava, que não poderia mais ser renovada. Apesar de persistir, a escravidão perdia forças. Existem três correntes históricas que analisaram o contexto que antecedeu à Lei do Ventre Livre. A primeira é a corrente britânica, a qual vê na lei uma imposição da Inglaterra; a Segunda analisa a lei como um instrumento que permitiu a continuidade da existência dos escravos – adiando-se assim o problema de mão - de obra e finalmente a terceira corrente que atribuiu a lei à uma iniciativa de D. Pedro II.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA



2011
3ª-f., 27 de Setembro
O Senhor diz: «Reconhecerás que eu sou o Senhor e que não serão confundidos os que confiam em mim.»
Is 49,22-

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Consumismo irracional


Nos dias de hoje , as pessoas passaram a ser vistas pelo que têem e não pelo que são , e assim são valorizados pela sociedade; essa idéia acaba levando muitos a obseção por compras , pois pensam apenas em comprar e acabam obtendo e consumindo o que não nescessita por impulsos da nossa civilização.
O consumismo também pode ser associado a criminalidade , pois todos estão sujeitos ás tentações do mercado, porém nem todos podem comprar as coisas supérfulas que nos forçam a querer e com isso acabam procurando todos os meios de obter o "objeto de desejo" , mesmo que isso possa ferir os valores humanos e familiares , gerando muitos furtos , roubos , assaltos e até homicídios por simples bens materiais.
A maior jogada da mídia é colocar nas nossas cabeças que realmente prescisamos adquirir seus produtos para que possamos alcançar o que pretendemos, um exemplo são as propagandas das multinacionais no futebol ,confesso que até eu não resisto ao ver os pés dos jogadores de sucesso e suas propagandas muito bem elaboradas que deixam não só eu , mas todos os muleques que admiram esse esporte.
O universo mais comum do consumismo é com certeza o automobilístico , o que na cabeça de qualquer pessoa ( de ambos os sexos) pode dar mais status que um carro 0Km?Um carro melhor ainda, mas muitos não têm condições de adquirir um desses, então fazem o financiamento, onde se paga um carro a vida inteira só para se ter status em alguns momentos.
Mesmo não sendo economista, percebo que o sujeito está indo pro "buraco"( financeiro) ao fazer um empréstimo pessoal , é isso mesmo , as propagandas de "dinheiro fácil " ( fácil pra pegar , porque para se devolver...) sempre pegam uns coitadinhos pela nuca ( com todo respeito mas, a principal vítima são os idosos) que pegam dinheiro para gastar com quinquilharias desnescessárias e depois têem problemas para pagar.
O cartão de crédito não é uma boa alternativa , tudo bem a praticidade faz a cabeça das pessoas e o bolso também , pois os juros costumam ser elevadíssimos e onde já se viu , numa das padarias mais como se diz é, acho q luxuosas ou chic ( tanto faz) um " vèchio" me aparece na frente com um saaco de pão e paga com um credicard míseros 2 ou 3 reais...
Apelar para as prestações pode ser uma boa se você não tiver como pagar á vista , mas fiquem de olho nos juros e divida em poucas prestações , para você quitar logo.
Sim , o dinheiro faz as minhas vontades , mas são vontades momentânes , nas coisas simples da vida , como tomar um sorvete ou asistir a um filme , não trás uma felicidade duradoura , pois quando você tá por fora você acha que só será feliz se você tiver isso ou aquilo , mas quando você tem nem dá tanto valor assim.
Não quero dizer também para que economizemos até a ultima moeda , o dinheiro é pra se gastar m é nossa obrigação gastá-lo , mas deve ser com consciência, nada tão precipitado , devemos analisar o custo-benefício pensar bem se vai ser útil ou não e então realizar a compra.
Por fim , acho que o deve mudar não são as propagandas mas sim a mente do entendedor , que deve ponderar o que lhe é passado e analisar, e realmente não sei o que pode ser feito para mudar a mentalidade da massa (atleticana) consumista , pois qualquer um sente vontade de ter roupas boas , inclusive eu , mas me sinto ruim né quando alguem só fala sobre suas roupas , sobre o que você usa ou o que você tem , ao invés valorizar a essência da pessoa , sim , já aconteceu comigo , uma vez um muleque aí só falava do meu tênis , a tarde inteira, querendo saber o preço , onde eu comprei e mil coisas mais ,poxa gente , isso é feio pra caramba , mas se nos valorizarmos um pouco e cada um começar por sí , a refletir , esquecer o preconceito , pois sim , existe preconceito , ás vezes alguém é excluido de um grupo por não possuir um álbum da copa ou um tenis caro o que seja...mas o importante pra mim é que mesmo que não seja significativo , mas algumas coisas estão mudando.

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA



2011
2ª-f., 26 de Setembro
Tu, Senhor, és o nosso pai, és o nosso redentor. Tu vens salvar os que em ti confiam. Tu sais ao encontro daqueles que praticam o bem.
Is 63,16b—64,3-7

domingo, 25 de setembro de 2011

Dia Nacional do Trânsito (25/09)

 
 
Todos os dias assistimos em nossas casas nos noticiários acidentes horríveis com direito a mortos e tudo! E no dia 25 de setembro é um dia para que possamos parar um pouquinho e pensar no mal que estamos fazendo a nós e as pessoas que amamos!!

No dia Nacional do Trânsito!!
Autor: (Priscilla Garcia)
Fonte: (Ilhado)

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA



2011
Dom., 25 de Setembro
Jesus disse aos que o escutavam: «Um pai disse a cada um dos seus dois filhos: ‘Filho, vai hoje trabalhar na vinha.’ O primeiro respondeu: ‘Não quero.’ Mais tarde, porém, arrependeu-se e foi. O segundo respondeu: ‘Vou sim, senhor.’ Mas não foi. Qual dos dois fez a vontade do pai?»
Mt 21,28-31

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA



2011
6ª-f., 23 de Setembro
Acaso pode uma mulher esquecer-se do seu bebé, não ter carinho pelo fruto do seu ventre? Ainda que ela se esquecesse, eu não te esqueceria.
Is 49,13-15

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Cartilha da Campanha



Qual será o tamanho de minha campanha?


Assim como é impossível desenvolver uma campanha eleitoral sem recursos, também é muito difícil saber exatamente quanto gastará um determinado candidato para desenvolver uma campanha eleitoral competitiva.

De uma forma geral, uma campanha pode ser mais barata ou mais cara dependendo de inúmeros fatores como o tamanho ou a importância política do município, os interesses privados envolvidos na administração pública, o partido escolhido pelo candidato, o perfil do próprio candidato, os apoios que receber ou as parcerias e acordos que fizer, e assim por diante.

Basicamente os recursos necessários para realizar uma campanha podem ser divididos em 5 categorias, a saber: o tempo do próprio candidato disponibilizado para sua campanha; os recursos financeiros necessários para bancar as mais diversas despesas de campanha, a estrutura física como imóveis, veículos, aparelhagem de som, etc., os materiais de campanha como santinhos, cartazes, tintas, colas, pincéis, etc.; e finalmente os recursos humanos para desenvolver as mais diversas atividades de campanha.

Boa parte desses recursos, exceto o tempo, podem ser doados a alguns candidatos, dependendo de suas respectivas “capacidades” para captação de doações ou mesmo podem ser conseguidos através da troca de apoio político ou através do jogo de interesses legítimos.

Outra fonte importantíssima de recursos é o chamado caixa 2 de campanha, formado por recursos de origens ilegais, que por essa razão nunca são contabilizados. Os candidatos profissionais, aqueles que vivem da política, na política e para a política, são obviamente os maiores beneficiários deste tipo de financiamento de campanha.
Apenas como referência, se transformarmos todas as categorias de despesas em dinheiro: o tempo, os recursos financeiros, a estrutura física, os materiais e os recursos humanos; podemos dizer que uma campanha competitiva para vereador, deverá custar em torno de cinqüenta vezes o salário do vereador; aproximadamente o somatório de todos os salários líquidos a serem recebidos durante o possível mandato.




O SEU FUTURO DEPENDE DO SEU VOTO

LEITURA DA BÍBLIA DIÁRIA

LEITURA DO DIA


2011
5ª-f., 22 de Setembro
São Paulo escreve: Se anuncio o Evangelho não tenho de que me gloriar. Isso é uma necessidade.
1 Cor 9,16-23

PSC EM AÇÃO

REUNIÃO DE FORMAÇÃO POLÍTICA E PRÉ LANÇAMENTO DOS PRÉ CANDIDATOS A VEREADORES E PREFEITO DO PSC DE SANTA ISABEL DO PARÁ





quarta-feira, 21 de setembro de 2011

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA
 
 
 
 
4ª-f., 21 de Setembro
S. MATEUS
Quando ia a passar, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança de impostos, e disse-lhe: «Segue-me!». Ele levantou-se e seguiu Jesus.
Mt 9,9-13

terça-feira, 20 de setembro de 2011

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA



2011
3ª-f., 20 de Setembro
Conservemos firmemente a profissão da nossa esperança e estejamos atentos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras.
Heb 10,19-25

Agricultura de Subsistência


Entende-se por agricultura de subsistência a produção de alimentos pelas próprias famílias ocupantes de determinada área, para uso exclusivo de sua produção, provendo desse modo seu sustento. É caracterizada pela baixa produção e utilização de recursos técnicos pouco desenvolvidos, sendo basicamente empregados instrumentos tradicionais como a enxada, a foice ou o arado, e os produtos são invariavelmente, milho, mandioca, batata, feijão, arroz e hortaliças. Além disso, o costume é trocar os excedentes por outros produtos que não são produzidos naquele terreno em particular.
O ambiente comum de tal prática são as pequenas propriedades rurais (sítios), localizados em regiões pobres.
A agricultura de subsistência é planejada por meio de um antigo método, a técnica de rotação e culturas, sendo a mesma frequentemente empregada no cultivo de feijão e milho ou então arroz e mandioca. É assim que esta permite apresentar duas principais formas, que são:
  • agricultura itinerante – baseada na derrubada e queima de formações vegetais nativas buscando com isso o aumento das dimensões das terras a serem cultivadas. Sua principal desvantagem é causar o empobrecimento do solo, pois através de tal queimada, os nutrientes presentes na terra serão consumidos também.
  • agricultura de jardinagem – este tipo predomina em especial no sul e sudeste asiático, sendo propício o seu desenvolvimento em meio a solos inundáveis, onde anualmente sua fertilidade é renovada através das monções, longos períodos de chuvas torrenciais e abundantes que ocorrem no verão. A paisagem gerada por este tipo de agricultura é a característico cenário de “terraços”, camadas sulcadas pela atividade do agricultor ao longo de encostas férteis de morros, que permitem reduzir a erosão e facilitam a absorção da água pelo solo em uma maior quantidade.
Se, desde tempos imemoriais tal forma de cultivo de alimentos foi a chave do desenvolvimento do indivíduo e um passo ao progresso da civilização, hoje, as questões em torno da agricultura de subsistência são diferentes e certamente mais complexas. Relaciona-se a esta a questão da preservação racional do terreno utilizado, no que fica eternizado nas teorias conservacionistas como desenvolvimento sustentável, ou seja, a utilização racional e não danosa dos recursos naturais, permitindo que estes continuem disponíveis infinitamente. Ao mesmo tempo, ao lado das preocupações conservacionistas envolvendo este veículo de sobrevivência tão caro a muitos seres humanos está a questão da produção e aproveitamento racional do terreno, que, ao invés de privilegiar gêneros de maior lucratividade, irá propiciar a outros que se beneficiem por meio da troca, servindo assim a agricultura de subsistência como fonte segura de abastecimento alimentar de comunidades mais necessitadas.


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

LEITURA DO DIA


2011
2ª-f., 19 de Setembro
Depois de Jesus ter acalmado a tempestade no mar, os discípulos sentiram um grande temor e diziam uns aos outros: «Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?»
Mc 4,35-41